+ Centrho

Dicas de Saúde

Dr. Feitosa responde
A Saúde do Seu Coração

Sem dúvida, as principais causas da mortalidade no mundo moderno são as Doenças cardiovasculares (38%) e câncer, por ordem de importância. No Brasil, as principais causas são: 1) Doenças cardiovasculares (34%) e causas externas – morte por arma de fogo, acidente de trânsito. A cada 20 minutos 1 brasileiro é ferido por arma de fogo e a cada 90 minutos há uma morte. Das causas cardíacas é o infarto agudo do miocárdio que mais leva a mortalidade.

 

O infarto do miocárdio (músculo do coração) recebe o oxigênio e nutrientes levados pelo sangue por meio de vasos chamados Artérias Coronárias. As artérias – e não veias como muito se fala no linguajar popular – com o passar dos anos sofre uma obstrução progressiva (entupimento) por placas endurecidas que os médicos chamam Aterosclerose Coronariana. Esta placa é provocada pela lenta deposição de gorduras nas paredes das artérias impedindo que o sangue rico em oxigênio e nutrientes cheguem ao miocárdio.

 

Quando um coágulo “entope” completamente a artéria coronária por um período prolongado, ocorre o infarto Agudo do Miocárdio.

 

Os fatores de risco para doenças cardíacas foram bem estabelecidos e individualizados através de um estudo, que recentemente completou 50 anos, efetuado na cidade de Framingham nos Estados Unidos. São eles:

  •  Nível de colesterol elevado;
  • Fumo;
  • Pressão Alta (HAS);
  • Obesidade;
  • Sedentarismo;
  • Sexo Masculino;
  • Diabetes;
  • Antecedentes Familiares;
  • Características raciais.
Pressão Arterial Elevada (HAS)

É o resultado da força que o coração faz para bombear o sangue através do corpo. Esta força pode ser medida nas artérias do braço, por meio de um aparelho chamado Tensiômetro ou Esfigmomanômetro. Em algumas pessoas os níveis pressóricos são permanentemente elevados – o que os médicos chamam de Pressão Alta. A pressão alta induz o organismo a complicações como IAM, IRC e Derrame cerebral.

Cigarro

O risco do Infarto Agudo do Miocárdio é maior nos fumantes. A Nicotina (substância encontrada no cigarro) pode provocar estreitamento nos vasos diminuindo a oferta de sangue através das artérias. Além disso, a nicotina pode elevar a pressão arterial e a frequência cardíaca. Os danos acusados pelo fumo são tanto maiores quanto for a quantidade de cigarros fumados por dia. Importante, os riscos não diminuem com os cigarros de baixos teores de alcatrão e nicotina.

Diabetes

Diabetes é uma doença na qual o corpo não produz uma quantidade suficiente de um hormônio chamado INSULINA (hormônio necessário para utilização da energia da glicose no sangue pelas células) por isso, há um excesso de açúcar no sangue. A Diabetes aumenta o risco de aterosclerose e IAM.

Colesterol

Antes de mais nada é preciso entender que o colesterol é essencial para o nosso organismo. Entretanto, nossos hábitos alimentares nos faz habitualmente consumir dietas ricas em gorduras saturadas,levando o organismo a ter excesso e, consequentemente, leva a um progressivo depósito nas paredes das artérias.

Cuidados

Não abusar do SAL em especial, ingerir menos produtos industrializados – dar preferência a produtos naturais e da época. Evitar ingerir café em excesso – tome no máximo de 2 a 3 xícaras de café por dia, o excesso aumenta a pressão a altera o ritmo do coração.

 

O álcool deve ser consumido com moderação, acima de tudo, quando não houver contraindicação.

 

Quando sentir dor no peito e esta for persistente, iniciando subitamente e não melhorando com analgésico ou durar mais de 20 minutos, solicite auxílio e vá imediatamente para um hospital. Quando um IAM é diagnosticado nas primeiras horas, existem medicamentos que dissolvem o coágulo, que entope a artéria e, quanto mais precoce a atendimento menor o risco de vida.

Copyright © Centrho Integrado de Saúde, 2009.
Todos os direito reservados.
Desenvolvido por MTODOS