+ Centrho

Dicas de Saúde

Dr. Feitosa responde
Dengue: Ela nunca sai de moda

Uma doença que atinge milhares de pessoas no mundo e o ano inteiro; Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 50 milhões de pessoas são infectadas anualmente pelo mosquito transmissor da dengue, o Aedes Aegypti e dessas, 20 mil morrem.  

 

A doença apresenta-se em duas formas: a dengue clássica - que tem como sintomas febre, dor de cabeça, no corpo, articulações e por trás dos olhos - e a dengue hemorrágica - que se manifesta da mesma forma, mas com o agravante dos sangramentos que, junto com outros sintomas mais graves, pode levar à morte.  

 

A dengue tem fases de maior divulgação, que ocorrem nos períodos de chuva e no verão, pois é daí que surgem os focos do mosquito, com acúmulo de água parada. Mas o ano inteiro ela está presente e sempre como consequência dos maus hábitos da população.  

 

Por isso, o Ministério da Saúde recomenda que as pessoas devem estar atentas a algumas medidas de prevenção contra a reprodução do mosquito. São elas: guardar garrafas e baldes sempre de cabeça para baixo, deixar a tampa dos vasos sanitários abaixadas, fechar bem os sacos de lixo e manter a lixeira tampada, colocar areia nos pratinhos dos vasos de plantas, lavar a vasilha dos animais de estimação com água e sabão, entre outras.  

 

E os especialistas alertam: alguns medicamentos à base de Ácido Acetil Salicílico, conhecidos como AAS Adulto, AAS Infantil, Aspirina, Doril, Engov, Melhoral, Melhoral C e Aspirina, devem ser evitados quando há suspeita de dengue, pois eles podem favorecer as manifestações hemorrágicas.

Copyright © Centrho Integrado de Saúde, 2009.
Todos os direito reservados.
Desenvolvido por MTODOS